14 de maio de 2021

Tudo que você quer e que seu carro precisa.

NOVA CHEVROLET S10

A nova S10 é fruto de um desenvolvimento global da Chevrolet com extensa participação das áreas de design, engenharia e powertrain da General Motors do Brasil. Além da fábrica de São José dos Campos, em São Paulo, a nova S10 já é produzida na Tailândia e em breve terá outras unidades da GM no mundo fabricando a picape.

Baseada na arquitetura global da GM de picapes body-on-frame (carroceria e chassi), a nova S10 foi desenhada, desenvolvida e executada para entregar a melhor aparência, performance, versatilidade e refinamento.

“O desenvolvimento da S10 foi muito além do mercado brasileiro. Criamos um veículo global, para rodar em qualquer canto do mundo”, afirma Grace Lieblein, presidente da General Motors do Brasil. “Na verdade, o Centro de Desenvolvimento da GM do Brasil, que fica em São Caetano do Sul, desenvolveu diversas opções da picape em três diferentes cabines – simples, estendida e dupla – com duas alturas e diferentes tipos de suspensão”, completa Grace.

A Chevrolet S10 será produzida na fábrica de São José dos Campos, em São Paulo, para atender ao mercado Brasileiro e de outros países do Mercosul, como Argentina, Paraguai e Uruguai, e também na fábrica de Rayong, na Tailândia para suprir a demanda daquele país e países nos continentes asiáticos e australiano. Além destes, outros países ainda estudam a produção e comercialização da nova Chevrolet S10.

“Nosso mantra desde o início foi ‘reboca tudo, vai a qualquer lugar’”, afirma Brad Merkel, diretor executivo da linha de picapes médias. “Essa picape oferece excelente capacidade de reboque e carga atrelada a economia de combustível, qualidade e refinamento de construção, design sensacional e diversas opções de configuração. Foi desenvolvida para suprir as necessidades e desejos de compradores mais exigentes e também para as necessidades e anseios de frotistas. A nova S10 pode ser uma picape de trabalho ou um veículo familiar, com luxo e sofisticação”, completa Merkel.

Destaques do design da nova S10:

  • Grade bipartida seccionada pelo logo da Chevrolet – uma marca inconfundível – que carrega uma malha tridimensional (que bloqueia a exibição de componentes ali instalados) e bordas cromados (aplicado em modelos intermediários e topo de linha);
  • Faróis de dupla parábola (modelos básicos e intermediários) ou com projetor (uma oferta incomum no segmento, para o modelo topo de linha);
  • Gravata Chevrolet em destaque: são seis centímetros na grade dianteira nove centímetros na tampa traseira;
  • Lanternas que utilizam LED’s na iluminação. A S10, na versão LTZ, é a primeira picape da Chevrolet e do segmento a utilizar esta tecnologia;
  • Rodas de liga leve de 16 e 17 polegadas para modelos LT e LTZ.
  • Coeficiente aerodinâmico de 0,48, ante 0,5/0,6 da concorrência – Best in class
  • Cabine Simples – Best in class no segmento, com 1.570 litros de volume de caçamba e de capacidade de carga, com 1.303 kg (LS).
  • Cabine Dupla – Best in class no segmento, com 1.208 kg de capacidade de carga (LS)

Com um painel de linhas fluidas, integrado com o console central e o conceito de Dual Cockpit, marca registrada da Chevrolet, o interior da nova S10 combina características de design encontradas em um carro com a ousadia e a robustez esperadas em uma picape deste porte.

“Nossa filosofia, desde o início, foi a de criar um projeto suficientemente versátil para satisfazer os mais variados tipos de consumidores. Do Brasil e do mundo”, explica Carlos Barba. “Tínhamos que conseguir linhas que atendessem os clientes que utilizarão a picape diariamente como ferramenta de trabalho e também os que esperam o luxo e a elegância encontrados em carros mais caros. No final, conseguimos um resultado que atende muito bem a todos estes interesses”.

O painel de instrumentos incorpora linhas contínuas, que se estendem até as portas, criando um efeito dinâmico, que pode ser batizado de “asa flutuante”, uma solução que enfatiza o Dual Cockpit e que torna o interior mais aconchegante e acolhedor.

Com bom espaço para os ombros e para a cabeça, a nova S10 está no topo do segmento quando o assunto é espaço interno. A boa altura dos assentos dianteiros ainda permite excelente visibilidade e comandos sempre à mão.

Com as linhas dianteiras robustas – reforçadas pelo capô mais alto – é importante para nós garantir que o motorista tenha excelente visibilidade. Sentado em posição mais alta, a sensação ao volante da nova S10 se traduz em confiança, reforçada por toda a robustez que o veículo oferece.

Na versão cabine dupla da nova S10, o espaço também é referência. A picape oferece os melhores números em termos de espaço para os ombros, espaço para as pernas e a distância entre os joelhos dos passageiros e as “costas” dos bancos dianteiros.

Na versão cabine simples, impressiona é o espaço para a carga. A caçamba tem 2,32 metros de comprimento, 1,53 metro de largura e 0,44 metro de altura, totalizando um volume de 1.570 litros e com a maior capacidade de carga da categoria, de 1.303 kg.

O interior da S10 em oito tópicos:

  • Dual Cockpit, com linhas que se estendem até as portas, aumentando a percepção de refinamento e qualidade de execução;
  • Painel em duas cores com diferentes superfícies nas versões intermediárias e topo de linha;
  • Acabamento cromado para as versões topo de linha e prata e preto para as versões intermediárias e básicas respectivamente;
  • Iluminação do painel feita por LED’s, na tonalidade Ice Blue, nos mostradores, console central e nos comandos da picape;
  • Bancos feitos com espumas de diferentes densidades entre encosto e assentos, visando ainda mais o conforto dos ocupantes;
  • Bancos revestidos em couro nas versões topo de linha e em tecido nas versões básicas e intermediárias;
  • CD player, MP3, Bluetooth, entrada auxiliar (12V) e mini-USB;
  • Vasta quantidade de porta objetos, desenhados para ser o melhor no segmento. São 16 na S10 de cabine simples, e 26 na picape de cabine dupla.

 

A nova S10 chega para atender a todos os gostos. Serão 12 configurações da picape, que se dividem entre motores diesel e Flex, cabine duplas e simples, tração 4×2 e 4×4 e ainda três níveis de acabamento e equipamentos: LS, LT e LTZ, respeitando a nova nomenclatura aplicada a todos os veículos Chevrolet.

As versões equipadas com o motor 2.4 Flexpower serão vendidas em cinco diferentes configurações, todas 4×2. São duas opções de cabine simples, a LS e a LT e três na cabine dupla, LS, LT e LTZ.

Inicialmente, as versões equipadas com motor 2.8 Chevrolet Turbodiesel serão vendidas em sete diferentes versões. A versão de cabine simples só será comercializada no pacote LS e com tração 4×4. A versão Turbodiesel com cabine dupla terão os pacotes LT e LTZ, com a tração 4×2 e 4×4, sendo que ainda há a opção do câmbio automático de seis marchas como opcional.

Com tantas opções para o cliente, a nova S10 não poderia deixar de oferecer uma gama de equipamentos compatível com as necessidades e com o refinamento que cada uma das versões busca oferecer.

A versão LS, tanto na 2.4 Flexpower quanto na 2.8 Turbodiesel, já sai de fábrica com ar-condicionado, direção hidráulica, freios com ABS , computador de bordo, luz de cortesia e alça de apoio no teto, grade de proteção no vidro traseiro (cabine simples), ganchos externos na caçamba (cabine simples), protetor de cárter e banco do passageiro maior, para acomodar dois ocupantes, além do motorista, limited slip (sistema de deslizamento limitado do diferencial). A versão 2.8 Turbodiesel 4×4 ainda conta com o seletor de tração, já que é equipada com o 4×4.

Nas versões cabine dupla e simples, com ambas as motorizações, a versão LT é a intermediária da linha e além dos itens da versão LS traz itens como: alarme antifurto, alça de apoio dos dois lados, airbag duplo (cabine dupla), cobertura do piso em carpete, chave canivete, coluna de direção regulável, desembaçador do vidro traseiro, farol de neblina, gancho de reboque dianteiro, retrovisores com luzes indicadoras de direção, tampa traseira com chave (cabine dupla), travas elétricas, rodas de liga leve aro 16, pneus 245/70R16, sistema de deslizamento limitado de diferencial, CD player/MP3 com Bluetooth , entrada mini-usb e entrada auxiliar, piloto automático com controles no volante e vidros elétricos nas quatro portas.

A LTZ, que existe apenas na versão cabine dupla, com todas as opções de motor, tração e câmbio, oferece os mesmos itens que a LT. E, além dos itens da LT conta com ar-condicionado digital, com acabamento cromado, bancos do motorista com ajustes elétricos, controles de tração e de estabilidade (versão LTZ diesel), controles do sistema de som, áudio e piloto automático no volante, luz de neblina traseira, lanternas traseiras em LED, regulagem elétrica dos faróis, bancos revestidos em couro, alavanca de câmbio, maçanetas externas com acabamento cromado, rodas de liga leve aro 17, pneus 255/65R17, e parachoque traseiro com molduras cromadas, estribos laterais e rack de teto.

Fonte: Imprensa Chevrolet.