14 de maio de 2021

Tudo que você quer e que seu carro precisa.

Maserati Levante – SUV dos Sonhos

Seguindo na mesma tendência de alguns de seus concorrentes como a Porsche, que já tem a algum tempo o Cayenne e o modelo Macan, e a Lamborghini com seu conceito Urus, a Maserati resolveu lançar no ultimo São do Automóvel de Genebra o Levante, primeiro SUV da marca italiana e parente, em primeiro grau, da Ferrari.

O nome Levante foi inspirado em um vento quente do Mediterrâneo, que pode passar de moderado a tempestuoso num ápice, assim espelhando o caráter do primeiro SUV da Maserati. O Levante tem por base uma evolução da plataforma concebida com exclusividade para a Maserati e utilizada nos seus sedãs. O chassis foi especificamente desenvolvido para oferecer um desempenho único off-road combinando conforto e versatilidade para os que preferem usá-lo no trânsito da cidade. O Levante foi concebido com base em três pilares fundamentais: Estilo, Exclusividade e Performance que representa a combinação ideal entre estes três elementos no universo dos SUV.

Em termos de motorizações, o Levante é impulsionado pela mais recente evolução dos motores V6 de 3,0 litros da Maserati. Duas versões com motor biturbo a gasolina, e o economico turbodiesel, são universalmente aplaudidos pela sua assinatura sonora única e pela performance excecional.

O motor Maserati V6 a gasolina, dotado das mais recentes tecnologias de injeção direta GDI e de dupla sobrealimentação, está disponível em duas versões com diferentes potências: a topo de gama linha com 430 cv e a intermediária de 350 cv. O mais potente dos Levantes alcança os 100 km/h em 5,2 segundos e uma velocidade máxima de 264 km/h, enquanto que os valores para a versão de 350 cv são de 6,0 segundos e 251 km/h, respetivamente.

O Levante é animado também pelo motor turbodiesel V6 de injeção direta common-rail, dotado de injetores com tempo de abertura reduzido. Este com 3,0 litros é capaz de disponibilizar 275 cv, garantindo 6,9 segundos nos 0-100 km/h e uma velocidade máxima de 230 km/h, e, ao mesmo tempo, um consumo de combustível tão baixo quanto os 7,2 l/100 km registados no ciclo NEDC.

Tanto as versões a gasolina como a Diesel do Maserati Levante fazem uso de uma caixa automática ZF de oito velocidades, capaz de garantir um conforto soberbo e rápidas trocas na mudança, dependendo do modo de utilização selecionado. O condutor do Levante pode optar entre quatro modos: “Normal”, “I.C.E.”, “Sport” e “Off-road”. Cada qual confere um caráter distinto ao modelo, alterando as caraterísticas do motor, transmissão, suspensão e da eletrónica.

Por: Claudio P.Oliveira
Fonte: Media Maserati.