14 de maio de 2021

Tudo que você quer e que seu carro precisa.

CONHEÇA O SUPERBUS

O ex-astronauta holandês Wubbo Ockels, um especialista de missões do ônibus espacial Challenger, tem ultimamente trabalhado com a equipe de design da TU Delft University, em Delft, desenvolvendo um novo tipo de ônibus. Mas este não é espacial, este ônibus tem a responsabilidade de ajudar a desafogar o trânsito das grandes cidades. Em vez de uma cabine no estilo caixeta e altura com um grande corredor e duros assentos, o Superbus tem aerodinâmica, é baixo e elegante, com oito portas asa de gaivota e luxuosas poltronas estofadas e pode viajar a velocidades de até 250 km/h.

O Superbus, como é chamado, foi nomeado mais por sua velocidade do que por sua beleza e mobilidade e fará de Abu Dhabi para Dubai em apenas 30 minutos, ao invés do usual hora e meia.

Os designers esperam de que o Superbus possa ser a resposta ao congestionamento urbano. A idéia é que o Superbus viria à sua casa quando você chama-se , ao invés de você ir a um “ponto de ônibus”. Seria quase como um passeio de limusine com o tráfego normal ou em alta velocidade em numa estrada de concreto feita especialmente para ele.

O Superbus leva até 23 passageiros é feito com materiais super leves de fibra de carbono, é alimentado por um motor elétrico apoiado por baterias de polímero de lítio. O engenheiro-chefe de design da equipe é Antonia Terzi, ex-BMW-Williams de Fórmula 1, daí o desenho aerodinâmico que reduz as necessidades de energia e permite que o veículo viaje com segurança em altas velocidades. Dentro, é todo conforto e luxo, com assentos que se parecem os de carrinhos de montanha-russa, televisão, acesso à internet, e bolsas de ar para os passageiros. Na frente, há a tecnologia da era espacial para o motorista com detecção de obstáculos, navegador com sistema de comunicação e backup para evitar falhas no sistema.

 

O Superbus já está passando pelas inspeções do governo dos Emirados Arabes Unidos, e se aprovado já terá encomendas de outros lugares para comerçar a circular com os primeiros felizardos passageiros.